Quem sou eu

Minha foto
Remígio-PB, Paraíba, Brazil
Mestre em Letras pela UEPB e professor de Língua Portuguesa dos ensinos fundamental e médio. Meu interesse com esse espaço é poder divulgar e compartilhar com todas e todos minhas atividades escolares e questões objetivas de português para estudos voltados para concursos públicos e o ENEM.

sábado, 27 de julho de 2013

ATIVIDADE DE PORTUGUÊS SOBRE COESÃO E COERÊNCIA TEXTUAL (ATUALIZADA 2018)

  

1.   Abaixo, apresentamos alguns segmentos de discurso separados por ponto final. Retire o ponto final e estabeleça entre eles o tipo de relação que lhe parecer compatível, usando para isso os elementos de coesão adequados.

a)    O solo do nordeste é muito seco e aparentemente árido. Quando caem as chuvas, imediatamente brota a vegetação.
b)    Uma seca desoladora assolou a região sul, principal celeiro do país. Vai faltar alimento e os preços vão disparar.
c)    O trânsito em São Paulo ficou completamente paralisado dia 15, das 14 às 18 horas. Fortíssimas chuvas inundaram a cidade.

2.   No texto a seguir há um trecho que, se tomado literalmente (ao pé da letra), leva uma interpretação absurda.

"Um cadáver morto foi encontrado boiando em canal."(Folha de S. Paulo, 2 nov. 1990.)

a)    Identifique o trecho problemático.
b)    Diga qual a interpretação absurda que se pode extrair desse trecho.
c)    Qual a interpretação pretendida pelo autor?
d)    Reescreva o trecho de forma que deixe explícita tal interpretação.

3.   Estabeleça a coesão do texto abaixo, valendo-se de expressões que substituam o excesso do emprego da palavra "golfinho". Utilize expressões que, mesmo não-oficiais, possam servir como substitutas.

"O golfinho nada velozmente e sai da água em grandes saltos fazendo acrobacias. É mamífero e, como todos os mamíferos, só respira fora da água. O golfinho vive em grupos e comunica-se com outros golfinhos através de gritos estranhos que são ouvidos a quilômetros de distância. É assim que  golfinho pede ajuda quando está em perigo ou avisa os golfinhos onde há comida. O golfinho aprende facilmente os truques que o homem ensina e é por isso que muitos golfinhos são aprisionados, treinados e exibidos em espetáculos em todo o mundo."  Revista Ciência Hoje.

4. Leia o texto abaixo e responda às questões A e B.

Em Salvador, as gangues dos meninos de ruaque roubam e auxiliam traficantes para andar com roupa e tênis da moda – sabem que esse guarda-roupa não combina com a imundície dos locais onde dormem, chamados mocós em quase todo o país.
Contornam a dificuldade de banho nos chafarizes das praças ou se valem da boa vontade de grupos religiosos e donos de lanchonetes que os deixam usar os chuveiros.
Limpos, fortes e bem vestidos, não passam, porém, por garotos de classe média, como pretendem. São traídos por visíveis erupções de pele no rosto e nos braços, provocadas por constantes intoxicações. É esse o resultado da inalação da cola de sapateiro, do consumo de drogas mais pesadas e da alimentação suspeita que obtêm nas ruas.

Jornal O Estado de São Paulo. Mar 1992. In: FARACO & MOURA. Linguagem nova. São Paulo: Ática. V. 8, p. 53.

A)   Indique as expressões do texto a que se referem os seguintes mecanismos de coesão:

a)            que (linha 01)
b)            esse guarda-roupa (linha 02)
c)            onde (linha 02)
d)            os (os deixam/ linha 05)

B)   Explicite o tipo de relação sintático-semântica que se estabelece no texto pelos seguintes itens lingüísticos:

a)            para (linha 01)
b)            porém (linha 06)

5. Leia o texto abaixo:
O QUE É SER GENTE DIREITA?

            Dificilmente alguém será aclamado direito por todos os seres humanos, pois cada um pensa de uma maneira e tem uma concepção formada do que é certo ou errado.
            A pessoa ser considerada direita pelos outros é muito relativo; por exemplo: se você roubasse algum bem de valor e desse a seu pai, você poderia ser considerado um bom filho; todavia, perante a sociedade, essa pessoa seria um ladrão.
            Gente direita é alguém que diante do seu modo de pensar, da sua maneira de agir, de sua criação, do lugar em que habita, tem na sua consciência que aquilo que está fazendo é certo.

(Texto da aluna Ana Raquel Sá da Nóbrega, matrícula 94110750, turma 2560)

            Destaque do texto uma passagem em que a conjunção indique as relações lógico-semânticas de:

a) causa:
b) condição:
c) adição:
d) oposição:

6. Leia o texto antes de resolver as questões propostas.

PODERÍAMOS VIVER SEM CHUVA

            À primeira vista, parece que a chuva devia cair sempre à noite, porque é precisamente quando mais benefícios traz e menos prejudica nossos afazeres e divertimentos; mas quer ela cais em dias de festa ou de noite, enquanto dormimos tranqüilamente, a chuva é sempre necessária.
            Seus efeitos consistem em penetrar na terra e ser absorvida pelas raízes das plantas, que dela necessitam para viver. Se não houvesse chuva, a vida seria possível no mar. Nas regiões onde nãochuva, nãotambém vida, e noutras onde a chuva escasseia ou cai certas estações do ano, as populações esperam-na e desejam-na, e atécostume de elevar preces ao céu para que a envie em tempo próprio.
            Devemos ver na chuva, por conseqüência, um agente que limpa e purifica o ar, alimenta a vida vegetal, da qual depende a nossa e nos fornece a água de que necessitamos durante todo o ano, nas regiões onde chove bastante.

A) Indique a expressão a que se referem os seguintes itens linguísticos:

a) seus (linha 04)
b) dela (linha 04)
c) onde (linha 05)
d) na (linha 07)
e) da qual (linha 10)

B) Identifique as relações de sentido que se estabelecem no texto através dos seguintes conectivos.

a) porque (linha 01)
b) enquanto (linha 03)
c) mas (linha 02)
d) para que (linha 07)
e) e (linha 10)

7. Reúna os segmentos de cada item, subordinando  a segunda sentença à palavra sublinhada na primeira.

a) A chuva é necessária em todas as regiões do planeta, embora muitas pessoas não tenham consciência disso. A chuva é fonte de vida.
b) O lavrador reconhece o valor da chuva e do sol para a plantação. Seu ofício depende dos recursos naturais e requer paciência e habilidade.
c) A terra é rica, embora não reconheçamos seu valor. Extraímos nosso alimento da terra.
d) Na cidade, as pessoas esquecem que a harmonia do planeta depende do equilíbrio entre os dias de sol e os dias de chuva. não se tem noção da origem dos gêneros alimentícios.

8. No texto seguinte, há impropriedade quanto ao uso do pronome relativo. Reescreva-o com a correção que se faz necessária.

            A festa em homenagem ao centenário da cidade cuja eu nasci durou três dias. As atividades que abrilhantaram o evento realizaram-se na colina onde se originou a primeira vila em que deu início à cidade. O ponto alto das solenidades foi o momento onde as crianças encenaram, representando os fundadores da cidade.

9. Nas questões seguintes, apresentamos alguns segmentos de discurso separados por ponto final. Retire o ponto final e estabeleça entre eles o tipo de relação indicado entre parênteses, usando para isso os elementos de coesão adequados e fazendo as alterações necessárias.

a)    O homem alcançará a satisfação de suas necessidades. O homem viver em sociedade. (condição)
b)    Os seres humanos vivem em sociedade. Eles necessitam de apoio material, espiritual e psicológico. (causa)
c)    A sociedade deve ser organizada com justiça. Todas as pessoas possam satisfazer suas necessidades. (finalidade)
d)    Uma pessoa poderia ter condições materiais para viver isolada. Ela poderia sentir falta de companhia. (oposição)

10.  Na frase: O Brasil é um país subdesenvolvido. Dessa forma, não tem muito prestígio.  Qual palavra ou expressão coesiva dá sequenciação a este enunciado:

a)    É
b)    Não tem muito prestigio
c)    Dessa forma
d)    País
e)    O Brasil

11.  Na frase: Sou coletivo. Tenho o mundo dentro de mim. O elemento coesivo que melhor uniria estas duas orações é:

a)    E
b)    Afinal
c)    Entretanto
d)    Ou
e)    Ainda que

12.   Qual enunciado abaixo apresenta não incoerência textual e semântica:

       a)    Não estudou nada, portanto não passou na prova.
       b) A ratoeira pegou 3 ratos: dois à noite, um na madrugada e mais hoje cedo.
       c) Hoje em dia, a violência está muito grande no mundo.
       d) Ganhei um picolé grátis por 2 reais.
       e) Joana pegou o ônibus correndo.

13.   Qual frase abaixo não apresenta ambiguidade:

a)      Peguei o ônibus correndo.
b)      Família muda.
c)       O cachorro do seu pai fugiu com a cachorra da minha mulher.
d)      Vi o incêndio da casa.
e)      Maria pediu para João sair.

14. Marque a alternativa que tem a sequência CORRETA dos sentidos que cada operador argumentativo dá às frases:

I.          Como a chuva estava muito forte, não foi possível continuar o show.

II.        Eu não consegui apresentar o trabalho porque estava muito nervosa!

III.       Os manifestantes terão suas reivindicações atendidas, exceto se usarem de violência.

IV.        Estava doente, mas foi trabalhar.

V.         Os brasileiros são tão trabalhadores quanto os norte-americanos.

a) causa, causa, condição, oposição, comparação.
b) comparação, condição, finalidade, oposição, tempo.
c) causa, causa, conformidade, oposição, condição.
d) finalidade, comparação, tempo, condição, causa.
e) causa, causa, condição, condição, causa.

15. Em relação ao termo “OU” pode-se afirmar que é um operador discursivo que:



a) nega o que foi apresentado anteriormente, indicando uma não contradição no decorrer do texto.
b) marca uma relação de retificação, distorcendo o enunciado anterior.
c) estabelece a progressão textual, estabelecendo uma relação de escolha, exclusão.
d) delimita a relação entre os enunciados do texto, ocasionando uma redução de sentido à informação posterior.
e) introduz um argumento que produz efeitos de sentidos contrários, alterando a informação anterior.

16. Leia o texto abaixo:

Características do internetês como abreviações, repetição de vogais, modificações do registro gráfico e as chamadas “risadinhas” estão associadas às possibilidades de registro gráfico-visual de certos padrões rítmico-entoacionais, que são assim registrados pelo sujeito. Não se trata, portanto, de degradação da modalidade escrita do português. Pode-se pensar, pois, que a presença desses fatos linguísticos da fala na escrita produzida no contexto da tecnologia digital (mas não somente) aponta, por um lado, para a identidade de um grupo ou de uma comunidade que quer se reconhecer por eles e por meio deles ser reconhecido, e, por outro, para a heterogeneidade característica da linguagem. [...]

(KOMESU, Fabiana Cristina. Língua Portuguesa Especial, São Paulo: Escala Educacional, Ano 1, nº 1, julho/2008).

Analise as proposições abaixo:

I - Os termos “PORTANTO” (linha 5) e “POIS” (linha 7) possuem equivalência semântica e provocam o mesmo efeito de sentido.
II - A locução “PODE-SE PENSAR” (linha 7), se substituída por “DEVE-SE PENSAR”, permanece com o mesmo sentido.
III - A expressão “(MAS NÃO SOMENTE)” (linha 9), se colocada entre travessões, teria o seu sentido alterado.
IV - Os termos relacionais “POR UM LADO” (linha 9) e “POR OUTRO” (linha 11) funcionam como conectores de ideias opostas.

Está (ão) correta(s), apenas:

a) I        b) I, II e IV         c) III e IV         d) IV       e) I, II e III

17. Leia o texto:

A REALIDADE SOCIAL DA VIRTUALIDADE DA INTERNET

Antes de mais nada, os usos da internet são, esmagadoramente, instrumentais e estreitamente ligados ao trabalho, à família e à vida cotidiana. O e-mail representa mais de 85% do uso da Internet, e a maior parte desse volume relaciona-se a objetivos de trabalho, a tarefas específicas e à manutenção de contato com a família e os amigos em tempo real. [...]

(CASTELLS, 2003, p. 99).

A expressão “ANTES DE MAIS NADA” (linha 1):

a) Estabelece uma sequenciação de valor exemplificativo e complementar relacionado aos objetivos de uso do e-mail.
b) Serve como força de expressão, com a intenção de enfatizar que o e-mail é o recurso da internet mais utilizado.
c) Dá início a uma argumentação que se contradiz ao que se depõe sobre os usos da internet.
d) Introduz um segmento e funciona para explicitar o sentido metafórico da realidade virtual.
e) É um recurso de textualização usado para estabelecer uma relação argumentativa que predetermina a temática do texto.


18. Observe a imagem abaixo e assinale a ÚNICA alternativa CORRETA:


a) O texto proferido pela modelo não apresenta nenhum problema gramatical e nem de sentido.
b) A modelo mostra uma crítica a sua mãe ao chamá-la de “galinha”.
c) A palavra “energia” usada nessa fala remete a energia elétrica do Brasil, a qual é de muito boa qualidade.
d) A modelo sugere que seu pai é um peixe, ou seja, um homem de bem.
e) A fala da modelo apresenta duplo sentido, causando problema de incoerência no que foi dito.

19. Observe a imagem abaixo que trata sobre a demissão do técnico Cuca e assinale a ÚNICA alternativa que apresenta o vício de linguagem presente nessa capa de revista:




a) Ambiguidade causada pelo nome do treinador: Cuca pode ser interpretada como “cabeça” ou como “o mostro” da história do “Sitio do pica-pau amarelo”.
b) Redundância pelo fato de o treinador ser demitido e estar caindo.
c) Cacófato, formado pela última sílaba do nome do treinador e o verbo no gerúndio “indo”, gerando a expressão indesejada “cu caindo”.
d) É intenção da revista causar a redundância, já que na imagem o treinador está com a mão dentro do calção, gerando o duplo sentido na manchete.
e) Não há nenhum problema de escrita ou sentido nesta capa de revista.

20. Assinale a única alternativa em que NÃO HÁ nenhum problema de coerência semântica e textual:

a) João saiu para fora para pegar o embrulho de pão.
b) O homem é flagrado nu no corredor do condomínio que reside.
c) A mulher após descobrir a traição se auto suicidou-se a si mesma.
d) Um homem baixo, loiro, foi flagrado nu no seu apartamento que morava no mesmo apartamento dos vizinhos.
e) Após a mulher abrir a porta, o homem que estava nu entrou para dentro da sua casa rapidamente.

21. Sobre o texto abaixo, pode-se afirmar corretamente que:


Eu tinha lá em casa dez garrafas de cachaça, da boa.
Mas minha mulher obrigou-me a joga-las fora.
Peguei a primeira garrafa, bebi um copo e joguei o resto na pia.
Peguei a segunda garrafa, bebi outro copo e joguei o resto na pia.
Peguei a terceira garrafa bebi o resto e joguei o copo na pia.
Peguei a quarta garrafa, bebi na pia e joguei o resto no copo.
Pequei o quinto copo joguei a rolha na pia e bebi a garrafa.
Peguei a sexta pia, bebi a garrafa e joguei o copo no resto.
A sétima garrafa eu peguei no resto e bebi a pia.
Peguei no copo, bebi no resto e joguei a pia na oitava garrafa.
Joguei a nona pia no copo, peguei na garrafa e bebi o resto.
O décimo copo, eu peguei a garrafa no resto e me joguei na pia.      

(http://www.piadasnet.com/piada181bebados.htm)



a) Esse texto está completamente incoerente, logo não transmite nenhum sentido ao leitor.

b) É inadmissível um texto como esse, tendo em vista não ter sentido lógico para o leitor.
c) Esse texto cumpre sua função comunicativa, apesar de seu autor não ter sido coerente com suas palavras.
d) Esse texto utiliza-se intencionalmente da incoerência semântica para atingir o efeito de sentido pretendido.
e) Acidentalmente, a lógica desse texto é o fato de não ter sentido lógico.


22. Encontre a incoerência em cada TEXTO abaixo e explique-as com as suas próprias palavras no seu caderno:


a)










b) 






















c)  




d)


e)


f)


g)


h)




23. A palavra destaca no trecho abaixo pode ser substituída sem alterar o sentido do texto por:

Ana, como prefere ser chamada, é uma mulher bonita, inteligente, mas extremamente desastrada.

a) portanto
b) contudo
c) ou
d) porque
e) quando

24. Pode-se compreender a função da palavra em destaque do trecho abaixo é:

Kate consegue marcar um horário para entrevistar Christian Grey, um bilionário de 28 anos que comanda um negócio multinacional. Não obstante, ela acaba adoecendo no dia da entrevista e solicita que Ana a realize em seu lugar.

a) Dar continuidade ao texto.
b) Refere-se a um elemento fora do texto.
c) Retomar a palavra “entrevista” já dita antes.
d) Dar continuidade ao texto, estabelecendo o sentido de oposição ao que foi dito antes.
e) Retomar a palavra “Kate” já dita antes.

25. A palavra em destaque no trecho abaixo estabelece no texto o sentido de:

“Cinquenta tons de cinza” é um livro de conteúdo erótico, portanto, destinado a maiores de 18 anos. Por isso, não recomendo a leitura a qualquer pessoa.

a) oposição, pelo fato de o livro ser bom, mas não pode ser lido por todas as pessoas em geral.
b) adição ou soma, uma vez que essa obra soma qualidades positivas.
c) finalidade, já que o objetivo desse paragrafo é recomendar o livro.
d) causa, porque mostra o motivo pelo qual ele não pode ser destinado a todos os públicos.
e) modo, pois mostra a maneira como o livro deve ser apreciado pelo público leitor.

26. No trecho a seguir, a expressão em destaque refere-se a quem no texto:

Ana ignora completamente os conselhos de sua amiga Kate e se deixa seduzir pelo homem que, para ela, é sinônimo de perfeição. Ela descobre mais sobre seus próprios desejos e se choca ao descobrir também que por trás daquele homem de sucesso existe um passado misterioso e segredos obscuros.

a) a kate
b) a Ana
c) a Christian Grey
d) ao bilionário
e) homem de sucesso

27. Sobre a imagem abaixo pode-se afirmar que:



a) pelo modo como esse texto foi escrito (num pedaço de papel) não transmite sentido nenhum.
b) não apresenta elementos de coesão que deem sentido ao texto.
c) Não apresenta nenhum problema do ponto de vista do sentido.
d) a conjunção “porque” transmite a noção de uma conclusão.
e) esse texto apresenta uma incoerência.

28. Ainda sobre a imagem anterior, nota-se a presença de uma ideologia pobre, porém ainda muito presente na mentalidade de algumas pessoas: preconceito racial. Essa ideologia se mostra no texto quando o aluno diz que:

a) apenas os negros são capazes de cometer crimes
b) ele não tem preconceito
c) preconceito é um crime
d) a professora é preconceituosa
e) apenas os negros não cometem crimes


GABARITO OFICIAL:


1- a) mas, b) portanto, c) já que

2- a) "cadáver morto" b) como pode um cadáver morto? c) Foi encontrado alguém morto boiando. d) Um cadáver foi encontrado boiando em canal.

3-

"O golfinho nada velozmente e sai da água em grandes saltos fazendo acrobacias. É mamífero e, como todos os mamíferos, só respira fora da água. ELE vive em grupos e comunica-se com outros DA ESPÉCIE através de gritos estranhos que são ouvidos a quilômetros de distância. É assim que ESSE ANIMAL pede ajuda quando está em perigo ou avisa Aos OUTROS onde há comida. ESSE MAMÍFERO AQUÁTICO aprende facilmente os truques que o homem ensina e é por isso que muitos DELES são aprisionados, treinados e exibidos em espetáculos em todo o mundo."  Revista Ciência Hoje. 

4-

a) QUE se refere a "gangues de meninos de rua"
b)ESSE GUARDA ROUPA a andar com "roupas e tênis da moda"
c)ONDE, a mocós ( lugar imundo)
d)OS se refere a "meninos de rua"

a) Finalidade
b) Oposição 

5- 

a) Pois
b) Se
c) e
d) Todavia” 

6- 

A) A CHUVA
B) A CHUVA
C) NAS REGIÕES
D) A CHUVA
E) A CHUVA

a) EXPLICAÇÃO
b) TEMPO
c) OPOSIÃO
d) FINALIDADE
e) ADIÇÃO
7-

a) A chuva é necessária em todas as regiões do planeta, embora muitas pessoas não tenham consciência disso, JÁ QUE é fonte de vida.
b) O lavrador reconhece o valor da chuva e do sol para a plantação, TENDO EM VISTA QUE seu ofício depende dos recursos naturais e requer paciência e habilidade.
c) A terra é rica, embora não reconheçamos seu valor, VISTO QUE extraímos nosso alimento DELA.
d) Na cidade, as pessoas esquecem que a harmonia do planeta depende do equilíbrio entre os dias de sol e os dias de chuva, POIS lá já não se tem noção da origem dos gêneros alimentícios.

8- "onde", "onde", "a qual", "no qual".

9-
a)SE, 
b)JÁ QUE 
c)PARA QUE
d)PORÉM

10-C

11- B
12- A
13- E
14- A
15- C
16- A
17- E
18- E
19- C
20- B
21- D
22 -
23 - B
24 - C
25 - D
26 - B
27 - E
28 - A



Curta nossa fanpage no facebook @escrevequeeuleio


e se inscreva no nosso blog professorjeanrodrigues.blogspot.com.br



39 comentários:

  1. Olá! Como faço para conferir a resposta das atividades? Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. GABARITO:
    1- a) mas, b) portanto, c) já que
    2- a) "cadáver morto" b) como pode um cadáver morto? c) foi encontrado alguem morto boiando. d) Um cadáver foi encontrado boiando em canal.
    3- "ele", "que esses animais", "os avisa", "esse mamífero", "outros".
    11- c
    12-b
    13-a
    14-e
    15-"Como pode ter medo de solidão e procura lugares isolados de pessoas?"

    Estou sem tempo de colocar o resto das respostas.
    obrigado por acessar meu bolg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FAVOR OLHAR A PERGUNTA A BAIXO URGENTE!!!

      Excluir
    2. Acho que a 5º questão se responde assim:
      QUE se refere a "gangues de meninos de rua"
      ESSE GUARDA ROUPA a andar com "roupas e tênis da moda"
      ONDE, a mocós( lugar imundo)
      e finalmente, OS se refere a "meninos de rua"

      A 6º segue a seguinte ordem de conectivos
      POIS
      SE
      E
      TODAVIA

      A 7º acho
      a)
      seus (linha 04)- se refere a efeitos da chuva
      b) dela (linha 04) - plantas
      c) onde (linha 05)- regiões
      d) na (linha 07)- chuva
      e) da qual( linha 10 )- vida vegetal

      b)



      porque (linha 01)- explicativo
      b) enquanto (linha 03) tempo
      c) mas (linha 02) alternativa
      d) para que (linha 07 )- finalidade
      e) e (linha 10)- adição

      8º....
      A 9º questão seria A CIDADE EM QUE

      A 10º questão se responderia respectivamente
      SE, PORQUE, JÁ QUE OU PORQUANTO E
      PARA QUE
      PORTANTO
      Parando por aqui, cansei. Rsrs
      Uilza Dantas- FACEBOOK

      Excluir
    3. Bom dia!
      Gente, está ai as respostas de todas as questões na integra

      GABARITO:
      QUESTÃO 01
      a) mas,
      b) portanto,
      c) já que

      QUESTÃO 02
      a) "cadáver morto"
      b) como pode um cadáver morto?
      c) foi encontrado alguém morto boiando.
      d) Um cadáver foi encontrado boiando em canal.

      QUESTÃO 03
      "ele", "que esses animais", "os avisa", "esse mamífero", "outros".

      QUESTÃO 04
      “O animal”, “da espécie”, “danadinho”, “aos colegas”, “ele”, “deles”.

      QUESTÃO 05
      a) QUE se refere a "gangues de meninos de rua"
      ESSE GUARDA ROUPA a andar com "roupas e tênis da moda"
      ONDE, a mocós ( lugar imundo)
      e finalmente, OS se refere a "meninos de rua"
      b) Finalidade
      Oposição

      QUESTÃO 06
      a) Pois
      b) Se
      c) e
      d) Todavia”

      QUESTÃO 07
      a) A chuva
      Da chuva
      Regiões sem chuva
      A chuva
      Vida vegetal
      b) Explicação
      Oposição
      Finalidade
      Adição

      QUESTÃO 08
      a) Ela
      b) Já que
      c) Pois
      d) Haja vista que

      QUESTÃO 09
      A cidade em que

      QUESTÃO 10
      a) Se
      b) Porque
      c) Já que
      d) Porem

      QUESTÃO 11
      c

      QUESTÃO 12
      b

      QUESTÃO 13
      a

      QUESTÃO 14
      e

      QUESTÃO 15
      "Como pode ter medo de solidão e procura lugares isolados de pessoas?"

      Excluir
  3. PERGUNTA DA FACULDADE MAURICIO DE NASSAU, EM SEU "EAD" SOBRE MESMO ASSUNTO, ME DEIXOU EM DUVIDAS SOBRE QUAL ALTERNATIVA ESTÁ CORRETA?

    EAD 7ª AULA DO DIA +/- 10/01/2014 ATÉ 30/01/2014

    Qual enunciado abaixo apresenta INCOERÊNCIA textual e semântica:
    a) Joana pegou o ônibus correndo
    b) Ganhei um picolé grátis por 2 reais.
    c) A ratoeira pegou 3 ratos: dois à noite, um na madrugada.
    d) Hoje em dia, a violência está muito grande no mundo.
    e) Não estudou nada, portanto não passou na prova.

    E AI PROFESSOR QUAL RESPOSTA?

    SIM, ADICIONE-ME POR FAVOR NO FACE: https://www.facebook.com/jullio.pereira.1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é a letra C, pois não existe a possibilidade de você ganhar um picolé de graça por 2 reais. Tem? ou você ganhou o picolé. ou você pagou por ele. Portanto, letra B. Não?

      Excluir
    2. Não é a letra C, pois não existe a possibilidade de você ganhar um picolé de graça por 2 reais. Tem? ou você ganhou o picolé. ou você pagou por ele. Portanto, letra B. Não?

      Excluir
  4. Alguém ai sabe me explicar a questão 8.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve transformar os dois períodos em um só, representando a palavra sublinhada através de um pronome relativo, criando, assim, um período composto por or. Principal e or. Subordinada adjetiva.

      Excluir
  5. Quando vai postar o resto do gabarito ?

    ResponderExcluir
  6. Gostei mui da forma que você apresentou os exercícios!! Vou usá-los na sala de aula, mas ficarei muito grata se você tiver um tempinho para colocar as outras respostas...aguardo! Sucesso!! Ludmila Lopes

    ResponderExcluir
  7. 12.) Na frase: Sou coletivo. Tenho o mundo dentro de mim. O elemento coesivo que melhor uniria estas duas orações é: B) AFINAL.
    O fato de ter o mundo dentro de si não seria referência à um pensador ou alguém que está em conflito com seu interior, mostrando-se então uma pessoa individual ou excluída? No caso a letra C) ENTRETANTO?

    ResponderExcluir
  8. Professor, responde a questão 8... Não entendi o que ta pedindo. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve transformar os dois períodos em um só, representando a palavra sublinhada através de um pronome relativo, criando, assim, um período composto por or. Principal e or. Subordinada adjetiva.

      a) A chuva, que é fonte de vida, é necessária em todas as regiões do planeta, embora muitas pessoas não tenham consciência disso.

      Excluir
  9. Gabarito das que falta, por favor!!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Quem é o autor do texto "Poderíamos viver sem chuva"? Qual a fonte?

    ResponderExcluir
  11. Quem é o autor do texto "Poderíamos viver sem chuva"? Qual a fonte?

    ResponderExcluir
  12. Olá, professor Jean,

    Essas atividades são das melhores que já encontrei, pois levam a uma verdadeira reflexão sobre a língua. Vou tentar utilizá-las em sala.

    ResponderExcluir
  13. qual e a resposta da atividade 5 e 7 estou querendo saber qual e aresposta

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito das questões. Acredito que da forma como abordou a gramática possibilita o verdadeiro aprendizado, pois leva os alunos a reflexão e não à decoreba.Obrigada!
    Milsa

    ResponderExcluir
  15. Na questão 12, não poderia ser outros elementos coesivos ? Parece que nessa questão a coesão depende da coerência, como se fosse possível ser todas as alternativas, dependendo de como é feita a interpretação.

    ResponderExcluir
  16. Parabéns! Amei essas atividades. Passei quase todas para os meus alunos.

    ResponderExcluir
  17. Parabéns! Amei essas atividades. Passei quase todas para os meus alunos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Lucilene! Hoje já mudei bastante minhas concepções de lingua/linguagem. Quando eu tiver tempo irei dar uma atualizada nesta atividade!
      Mas uma vez obrigado!

      Excluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Vc poderia disponibilizar a resposta das outras questões... Gostei muito do material e quero aplicar nas minhas turmas, mas estou com 8 disciplinas e não tenho tempo para responder tudo com calma. Fico no aguardo. Obrigada mesmo.

    ResponderExcluir
  20. Olá, adorei o blog!
    Na questão 13, a resposta correta é a letra A, certo?
    Mas fiquei em dúvida com relação às incoerência da letra C. Você pode me explicar?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luciana! Desculpe-me a demora.
      A resposta da 13 é a letra "a" mesmo.
      A letra "c" apresenta uma incoerência de informação, pois a violência sempre existiu no mundo e não apenas "Atualmente"!
      Obrigado pelo acesso!!!

      Excluir
  21. Respostas
    1. Obrigado, visite-nos sempre que precisar!
      Abraço!

      Excluir