Quem sou eu

Minha foto
Remígio-PB, Paraíba, Brazil
Mestre em Letras pela UEPB e professor de Língua Portuguesa dos ensinos fundamental e médio. Meu interesse com esse espaço é poder divulgar e compartilhar com todas e todos minhas atividades escolares e questões objetivas de português para estudos voltados para concursos públicos e o ENEM.

domingo, 3 de junho de 2018

SIMULADO 3º ANO ENSINO MÉDIO INTERPRETAÇÃO TEXTUAL, TEXTO LITERÁRIO X NÃO LITERÁRIO, COESÃO E COERÊNCIA


Leia o texto abaixo:

ME FALTA A CORAGEM QUE SOBRA AOS CAMINHONEIROS

      Eu quero que o Brasil mude para melhor. Porém, não me esforço o tanto quanto deveria para que isso aconteça. Me falta a coragem que sobra aos caminhoneiros. Enquanto isso, fico na torcida para que esses sofridos e destemidos trabalhadores consigam, sozinhos, realizar a mudança que eu sonho em ver no Brasil. Entretanto, sem o apoio de todos nós, a resistência deles tem um limite. E tomara que esse limite seja do tamanho de todas as nossas necessidades.
      Me senti representado pela operação Lava Jato, que, na prática, serviu apenas para resolver uma pequena parte do nosso problema mais grave: a corrupção. Apesar da lição, seguimos “obrigados” a conviver com as mazelas governamentais.
      Não são, nunca foram e nunca serão os caminhoneiros que impedem, impediram ou impedirão a população brasileira de ter acesso aos direitos sociais básicos. Quem sempre fez isso   foram os políticos eleitos pela nossa ignorância e pouco caso, por uma arma tão importante e poderosa: o VOTO! Voto que carrega consigo toda a confiança e a esperança de uma nação inteira.
      Sinceramente, torço para que essa greve dos caminhoneiros não acabe logo. E mais: tomara que ela atinja em cheio não apenas os mais necessitados, mas, também, pessoas com um padrão financeiro mais elevado, como eu mesmo. Acredito que só assim haverá mudança de verdade. Digo isso com a propriedade de quem, por inúmeras vezes em um passado não tão distante, já passou por dificuldades até para se alimentar.
       Se o governo atender aos pedidos da classe e esse movimento for interrompido, tudo voltará à estaca zero, a exemplo da Laja Jato, que hoje, graças a “conchavos”, já está perdendo suas forças. Não podemos permitir que isso aconteça.
       Não vamos nos esquecer de que uma greve como essa foi capaz de derrubar o governo chileno na década de 70. Se não tive a oportunidade de estudar além da sétima série, hoje me esforço para ler e entender melhor o contexto que vivo.
       Quem dera se os nossos problemas sociais se restringissem somente a alguns partidos políticos. Ficaria fácil de resolvê-los. Infelizmente, essa doença é crônica e já se alastrou por quase todo o corpo nacional: o famoso jeitinho brasileiro. Enquanto não tivermos educação suficiente para entendermos que o dinheiro público tem dono (o povo), as “maracutaias” nunca terão fim. A solução? Transformar a corrupção em crime hediondo, inafiançável.
      Que país é esse? Digo, sem medo de errar que é um país belo, rico, de um povo guerreiro, trabalhador, hospitaleiro e, sem sombra de dúvida, abençoado por Deus. Estamos todos no mesmo barco. Ou melhor: na mesma boleia de caminhão.

(Fred, atacante do Cruzeiro e da seleção brasileira na Copa de 2014. Texto disponível em: https://bhaz.com.br/2018/05/27/fred-cruzeiro-apoio-greve/)







1.  De acordo com o texto, quem impede de a população ter acesso aos direitos básicos sociais são:

a)  São os caminhoneiros que fecharam estradas e impediram o transporte das necessidades básicas da população.
b)    A Polícia Federal e a operação Lava Jato que não deixam nossos representantes trabalharem pelo bem da população.
c)    São os eleitores que críticos e compromissados com a política do país.
d)    São os políticos corruptos, eleitos pelo povo, que se apoderam do dinheiro público.


2.   Esse texto pertence ao gênero

a)    notícia
b)    opinião
c)    conto
d)    reportagem

3.   O trecho que apresenta um FATO mostrado no texto é:

a)    “uma greve como essa foi capaz de derrubar o governo chileno na década de 70”.
b)    Digo, sem medo de errar que é um país belo”.
c)    “Estamos todos no mesmo barco”.
d)    Eu quero que o Brasil mude para melhor”.

4.   Nesse texto predomina um sentimento de:

a)    desespero
b)    tristeza
c)    revolta
d)    desdém

5.   No trecho:
Se o governo atender aos pedidos DA CLASSE e esse movimento for interrompido, tudo voltará à estaca zero.

A palavra em destaque refere-se dentro do texto:

a)    aos políticos
b)    aos eleitores
c)    aos jogadores de futebol
d)    aos caminhoneiros

6.   No trecho:
Enquanto isso, fico na torcida para que esses sofridos e destemidos trabalhadores consigam, sozinhos, realizar a mudança que eu sonho em ver no Brasil. ENTRETANTO, sem o apoio de todos nós, a resistência deles tem um limite.

A palavra em destaque pode ser substituída sem alterar o sentido original do texto, por:

a)    Já que
b)    Sendo assim
c)    Porém
d)    Portanto

7.   Observe a imagem abaixo:


O que provoca o efeito de sentido dessa charge é:

a)    A figura do presidente Michel Temer.
b)    A combinação de informações visuais e o duplo sentido da expressão “a carga tá pesada”.
c)    Apenas a ilustração da carga do caminhão.
d)    Somente a resposta dada pelo motorista.

8.   Leia o texto abaixo:

O Bicho
Vi ontem um bicho
Na imundice do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa;
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.

(Manuel Bandeira. Rio, 27 de dezembro de 1947)

Sobre o texto acima, é correto afirmar que:

a)   É um texto literário, uma vez que se trata de um poema, usa a linguagem de forma figurada e criativa.
b)    Não é um texto literário, pois o que é tratado nele acontece na nossa realidade.
c)    Não é um texto literário, porque utiliza a linguagem de forma objetiva e simples.
d)  Apesar de ser escrito em versos, esse texto não é um poema, tendo em vista não apresentar rimas.

9.   Sobre o texto de Manuel Bandeira, assinale a única opção CORRETA:

a)    A revolta sobre como os bichos são tratados na cidade é tema deste texto.
b)  O texto fala da surpresa a respeito do comportamento mal-educado de um homem que comia como um animal.
c)    Há no texto expressão de forte indignação frente à condição sub-humana de vida de uma pessoa que se alimentava de restos retirados do lixo.
d)    Existe um tom de preconceito do autor em achar que as pessoas pobres são bichos.

10.       No trecho:
O bicho, meu Deus, era um homem.

O autor expressa o sentimento de:

a)  Súplica   
b) tristeza   
c) raiva    
d) ansiedade

GABARITO
1 QUESTÃO
A
B
C
D
2 QUESTÃO
A
B
C
D
3 QUESTÃO
A
B
C
D
4 QUESTÃO
A
B
C
D
5 QUESTÃO
A
B
C
D
6 QUESTÃO
A
B
C
D
7 QUESTÃO
A
B
C
D
8 QUESTÃO
A
B
C
D
9 QUESTÃO
A
B
C
D
10 QUESTÃO
A
B
C
D

Curta nossa fanpage no facebook @escrevequeeuleio
e se inscreva no nosso blog professorjeanrodrigues.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário