Quem sou eu

Minha foto
Remígio-PB, Paraíba, Brazil
Mestre em Letras pela UEPB e professor de Língua Portuguesa dos ensinos fundamental e médio. Meu interesse com esse espaço é poder divulgar e compartilhar com todas e todos minhas atividades escolares e questões objetivas de português para estudos voltados para concursos públicos e o ENEM.

terça-feira, 11 de setembro de 2018

ATIVIDADE SOBRE O GÊNERO ARTIGO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA


POR QUE SALIVAMOS DIANTE DE UMA COMIDA APETITOSA?






A visão do prato e seu cheiro estimulam o cérebro, que aciona as glândulas produtoras de saliva

   Isso acontece porque o organismo já está se preparando antecipadamente para a digestão.
   A visão do prato e seu cheiro estimulam o cérebro, que, por sua vez, aciona as glândulas produtoras de saliva, secreção que tem a função de ajudar o aparelho digestivo a decompor a comida ingerida.
  Essa reação é um exemplo de reflexo condicionado, descoberto pelo fisiologista russo Ivan Pavlov (1849-1936) em um experimento clássico. Toda vez que alimentava um cão com um pedaço de carne, Pavlov fazia soar antes uma campainha. Resultado: sempre que ouvia esse som, o cachorro começava a salivar, mesmo sem ver a carne nem sentir seu cheiro, prova de que havia sido criada, em seu cérebro, uma associação entre a campainha e a hora em que o alimento era servido.
   O curioso é que a quantidade de salivação varia de acordo com o estado motivacional da pessoa. “Um indivíduo faminto tende a salivar muito mais diante de um prato de comida do que alguém com menos fome”, afirma a fisiologista Sara Shammah Lagnado, da Universidade de São Paulo (USP).

(https://super.abril.com.br/ciencia/por-que-salivamos-diante-de-uma-comida-apetitosa/)

1. Após a leitura do texto acima, responda:

a) Que gênero textual é esse?

b) Em que meio de comunicação esse texto é veiculado para o leitor?

c) Qual o tema tratado no texto que acabamos de ler?

d) Que explicação o texto mostra ao fato de salivarmos diante de um alimento saboroso?

e) A partir de que o texto pode comprovar essa explicação para o leitor?

2. A partir da leitura do texto acima, assinale V para verdadeiro e F para falso sobre o gênero em análise:

(  ) Esse texto apresenta uma linguagem clara, objetiva e impessoal (destituído de marcas pessoais) de acordo com as normas da língua.

(  ) Na leitura, é notório a presença de termos técnicos da área, essenciais da linguagem científica e ainda, verbos predominantemente no presente do indicativo.

(  ) Por se tratar de um artigo de divulgação científica, o autor tem a finalidade de apresentar determinado tema e seu ponto de vista, e por isso recebe esse nome.

(  ) O texto em análise é um artigo de divulgação científica. Esses textos possuem uma função primordial para o desenvolvimento da sociedade, posto que são divulgados conhecimentos diversos baseados em experimentos, estudos de caso, dentre outros.

(  ) O gênero Artigo de divulgação científica a finalidade principal de “popularizar a ciência”, ou seja, difundir o conhecimento científico, transmitindo assim diversos informações de valor indiscutível.

3. Sobre o título e o subtítulo do texto, responda:

a) Qual a possível intenção do autor de construir o título em forma de pergunta?

b) Qual a função do subtítulo no artigo lido acima?

c) Que tipo de informação (juízo de valor, científica, casual, estatística) o subtítulo apresenta ao leitor?

d) O título deste texto pode ser considerado objetivo(previsível) ou subjetivo(imprevisível) em relação ao tema?

e) Que outro título você daria a esse texto?

4. De acordo com o texto, salivamos diante de um alimento saboroso porque:

a) a salivação é a primeira etapa da digestão dos alimentos.
b) a visão do prato e seu cheiro desregulam o cérebro.
c) é uma forma de apreciação do alimento saboroso.
d) é uma reação involuntária do organismo humano.
e) a imagem e o cheiro do alimento faz o cérebro ativar glândulas produtoras de saliva.

5.  Sobre a linguagem utilizada no texto, é CORRETO afirmar:

a) Apresenta uma linguagem rebuscada, marcada por palavra de difícil compreensão do leitor.
b) Apresenta uma linguagem regional, marcada por palavra típicas de certas regiões do país.
c) É notória a presença de termos técnicos da área da biologia.
d) Contém palavras e expressões exageradamente da linguagem científica.
e) É possível perceber algumas expressões populares, da linguagem coloquial como, por exemplo, “alimentava um cão com um pedaço de carne”.

6. No fragmento:

Um indivíduo faminto tende a salivar muito mais diante de um prato de comida do que alguém com menos fome, afirma a fisiologista Sara Shammah Lagnado, da Universidade de São Paulo (USP).

As ASPAS são usadas para:

a) explicar, por meio do discurso direto, a preocupação da autora em relação à fome no Brasil.
b) destacar, de forma indireta, a explicação da especialista sobre o fenômeno da salivação.
c) acentuar, por meio do discurso indireto livre, que a salivação acontece em pessoas que estão com menos fome.
d) reproduzir o discurso do outro, de forma indireta, sobre como acontece a salivação nas pessoas a depender do grau de fome.
e) citar o discurso alheio, de forma direta, reproduzindo literalmente a fala da fisiologista da USP.

7. Ainda sobre a fala da fisiologista Sara Shammah Lagnado, da Universidade de São Paulo (USP) no último parágrafo, é CORRETO afirmar:

a) Trata-se de uma informação desnecessária, pois o texto em si já está esclarecedor.
b) Trata-se de citação de uma fonte confiável, já que a citada é uma especialista no assunto.
c) Consiste no relato de um pequeno fato real.
d) É um argumento que contradiz o que vinha sendo explicado no texto.
e) Trata-se de um argumento que não enriquece o assunto, pois não é comprovado cientificamente.  

8. No trecho:

Toda vez que alimentava um cão com um pedaço de carne, Pavlov fazia soar antes uma campainha. Resultado: sempre que ouvia esse som, o cachorro começava a salivar, mesmo sem ver a carne nem sentir seu cheiro [...]

Assinale a alternativa que melhor caracteriza a estratégia que o cientista utilizou para chegar a sua conclusão.

a)   Ele utilizou a comprovação por meio de dados estatísticos.
b)   Ele baseia-se em um caso isolado.
c)  O autor sustenta-se por meio do argumento da causa e consequência, ou seja, “toda ação gera uma reação”.
d)   Esse fisiologista cita um exemplo como forma de sustentar sua tese.
e) O russo Ivan Pavlov constrói sua tese a partir da experimentação e observação de um fato ocorrido apenas uma vez.

9. Observe o trecho abaixo:

Isso acontece PORQUE o organismo já está se preparando antecipadamente para a digestão.

A palavra em destaque pode ser substituída sem alterar o sentido original do texto, por:

a) então
b) Sendo assim
c) Porém
d) Portanto
e) tendo em vista

10. No trecho:

ESSA REAÇÃO é um exemplo de reflexo condicionado, descoberto pelo fisiologista russo Ivan Pavlov (1849-1936) em um experimento clássico.

A expressão em destaque REFERE-SE dentro do texto:

a)    “Toda vez que alimentava um cão com um pedaço de carne, Pavlov fazia soar antes uma campainha”
b)    “sempre que ouvia esse som, o cachorro começava a salivar”
c)    “O curioso é que a quantidade de salivação varia de acordo com o estado motivacional da pessoa”
d)    “A visão do prato e seu cheiro estimulam o cérebro, que, por sua vez, aciona as glândulas produtoras de saliva”
e)    Um indivíduo faminto tende a salivar muito mais diante de um prato de comida do que alguém com menos fome”

11. A função da linguagem que PREDOMINA nesse texto é a:

a) Função emotiva, porque o emissor imprime no texto as marcas de sua avaliação, opinião sobre o assunto.
b) Função apelativa, visto que busca envolver o leitor com o conteúdo transmitido, levando-o a adotar este ou aquele comportamento.
c) Função poética, pois a mensagem foi elaborada de forma inovadora e imprevista, despertando no leitor prazer estético e surpresa.
d) Função metalinguística, pois usa a língua portuguesa para explicar um assunto biológico.
e) Função referencial, pois busca transmitir informações objetivas e de um fato curioso do corpo humano.



Curta nossa fanpage no facebook @escrevequeeuleio
e se inscreva no nosso blog professorjeanrodrigues.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário